Rodrigo Koxa e Pedro Cruz na Escola João de Barros

No dia 29 de janeiro, esteve na Escola João de Barros o surfista brasileiro Rodrigo Koxa, que surfou, na Nazaré, a maior onda do mundo, acompanhado por Pedro Cruz, o fotojornalista que captou o momento, ex-aluno desta escola. Acompanhados por José Castanho (diretor do Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz), inauguraram um mural dessa fotografia histórica que deu a volta ao mundo.

A fotografia foi leiloada por 400 euros, para ajudar a Associação Bodyboard Foz do Mondego, cujas instalações foram destruídas com a passagem da tempestade Leslie em outubro do ano passado. A imagem foi oferecida à escola pelo comprador que preferiu manter o anonimato.

“É bacana, legal, surfar e pegar ondas mas ainda mais gratificante é saber que podemos fazer parte de uma ação que envolve solidariedade, com pessoas que têm essa empatia de se colocar no local do outro. É muito bonito o gesto do comprador (da foto), porque quem faz caridade não precisa fazer publicidade”, palavras de Rodrigo Koxa aquando da inauguração do mural junto ao refeitório, da histórica fotografia.

Esteve ainda presente nesta iniciativa, Nuno Trovão, reconhecendo o feito de Rodrigo Koxa. O responsável pela Associação de Bodyboard Foz do Mondego endereçou igualmente palavras de agradecimento a Pedro Cruz e adiantou que as obras de requalificação da Associação vão começar na próxima segunda-feira.

Mais tarde, no salão polivalente, onde cerca de 160 alunos os aguardavam, Rodrigo e Pedro falaram de sonhos e das dificuldades em os realizar, tendo Koxa confidenciado que nesta passagem pela Nazaré e Portugal, descobriu ser descendente de um português e que se sente também um pouco “tuga”.

De partida para o Brasil, garantiu ser sua intenção numa próxima oportunidade surfar na Figueira da Foz.

No final, não faltaram as “selfies” com o simpático surfista e o fotojornalista, que fizeram as delícias dos nossos alunos.

Facebooktwitteryoutubeby feather

You may also like...